ATIBAIA MANIA ENTREVISTA
 

Monsenhor Giovanni assume a Paróquia
São João Baptista

Monsenhor* é recebido em Atibaia após 26 anos de serviços prestados à comunidade bragantina.

AM – Como o senhor chegou em Atibaia e porque?
Foi uma proposta do Bispo, que julgou oportuno ser assim. Quatro padres pediram para mudar, então teria que deslocar outros quatro. Acabou por transferir 28 padres e não houve obstáculos, todos aceitaram tranquilamente. Tenho 35 anos como padre, 26 dos quais aqui em Bragança. Vou feliz com o que fiz, tranquilo, aceitando com obediência o alargamento da família.

AM – O que o senhor já conhece da cidade de Atibaia?
Conheço pouco apesar da proximidade. Conheço a localização das Igrejas, especialmente Schoenstatt. Surpreendeu-me o Ciclo Natalino e a celebração a São Benedito e Nossa Senhora do Rosário. Vou ter que aprender muito na prática.

AM – Qual é o projeto de estímulo à prática da religião católica?
O primeiro passo é conhecer as pessoas e ser conhecido, ver como os trabalhos são feitos, a estrutura da Igreja, a organização paroquial. Depois  vou trabalhar colaborando com a sociedade, vivendo a fé fora de quatro paredes, promovendo a paz, a fraternidade, a justiça e atendendo as pessoas.

AM – Como o senhor vê o avanço de outras religiões?
O catolicismo foi mais cultural do que fé propriamente dita. Os católicos de participação são apenas 20%. Por isso o fenômeno do sincronismo religioso. As Igrejas tradicionais têm todas a mesma filosofia , as atuais são agressivas. Há um desafio no sentido de buscar a evangelização, pois o neo pentcostalismo avançou. A fé não é feita para dominar, mas para libertar. O nosso maior desafio é esse.

AM – Por que o senhor escolheu o sacerdócio?
Eu desde criança tive vida presente na Igreja. Minha mãe era religiosa e ajudava nas missas. Eu era coroinha da Catedral aos quatro anos. Com 6 ou 7 anos falei para o Padre que queria fazer isso. Quando terminei o grupo, com 10 anos, fui para o seminário. Sempre foi muito claro para mim, muito tranqüilo.

AM – O que o senhor espera da acolhida do povo local?
Encaro com naturalidade, sei que estão tristes, mas o conhecimento vai nos ajudar a nos tornarmos amigos, fraternalmente e com paciência mútua. Qualquer coisa que quiserem falar, falem para mim. Sou também da comunidade e pretendo continuar o trabalho do Padre Eugênio.

AM – Há algum projeto em relação a ajuda da população carente por parte da Igreja?
Parto do que faço aqui: cesto da caridade que é uma cesta básica que atende mais de 100 famílias e Pão dos Pobres de Santo Antônio, que mais de 700 pessoas recebem toda terça-feira. Em Atibaia há os Vicentinos. Vou tentar a partir deles,  injetar entusiasmo e novas idéias.

AM – O que gostaria de dizer para a população?
Dizer que, naturalmente, não se muda nada. Qualquer mudança será em conjunto com a comunidade. Como uma família, vou trabalhar junto com as pessoas.

AM – Quer deixar uma mensagem?
Sim. Vou com muito boa vontade, feliz com o novo desafio, vou carregado do afeto e do carinho do povo daqui para repartir, conhecer e conviver com novos irmãos com quem quero criar um laço de afeto e amor.

*Monsenhor : título de honra, pessoa que participa da família pontificia.

Perfil:
Nome: Giovanni Barrese
Natural: Sala Consilina, Província de Salerno, Itália
Idade: 61 anos (20/06/1946)
Família: pais falecidos, primeiro de oito filhos.
Formação: estudos primários nos Grupos Escolares Dr. Jorge Tibiriçá e Francisco Assis Gonçalves. Seminário Menor em Sorocaba, onde cursou ginásio e colegial. Foi ordenado presbítero em 15/11/1973.

“Prezado Monsenhor Giovanni,

Há momentos para tudo debaixo do Céu. Momento de mudanças, de alegrias, de tristeza e de esperança.
Hoje, Monsenhor Giovanni,  chegou do Céu para você a mudança de cidade, paróquia e comunidade.
Aqui o esperamos de braços abertos como família, estaremos à sua disposição para acolhê-lo, servi-lo e acompanhá-lo nesta nova caminhada. Já caminhamos juntos quando pequenos, estivemos separados durante alguns anos, agora estaremos novamente caminhando juntos.
E a comunidade paroquial São João Baptista e eu o acolhemos de braços abertos.
Seja bem vindo! Que Deus, Nossa Senhora e São João Baptista o iluminem nesta nova etapa de sua vida!

Boas Vindas!”

Neusa Magri

 

 


 
NA MÍDIA
   Notícias do dia
   Banco de Notícias
 
 
Newsletter
Cadastre-se
    Email:

DESTAQUES
 
Imóveis
Oportunidades para locação
   
Casarão no centro para qualquer tipo de negócio

Veja mais informaçães

 
Tecnologia
Baixe nosso app no seu celular e acesse as informações da cidade
 
Jornais
 
Clique aqui para acessar as versões digitais do Jornal Atibaia Mania
 
Especiais
 
Confira matérias exclusivas do Atibaia Mania
 
 
 
 
Desenvolvido para visualização em resolução mínima de 1024x768.