PONTOS TURÍSTICOS

Casa Júlia Ferraz (Casarão)

Desde 1975 promovendo o artesanato de Atibaia.

O artesanato do Casarão teve início em 25 de junho de 1975, abrindo espaço para os mais diferentes artesãos e artistas da cidade de Atibaia e região.

A partir deste marco que valorizou a cultura popular, houve muitas outras iniciativas.

Hoje em Atibaia existem inúmeros locais em que se expõem e se comercializam artesanatos.

O Casarão Julia Ferraz encontra-se, temporariamente fechado devido a obras de restauração

Veja informações atualizadas sobre o andamento da obra em: https://www.facebook.com/casaraojulia.ferraz.1

DENOMINAÇÃO:

Casa Júlia Ferraz - Solar do Coronel Manoel Jorge Ferraz

LOCALIZAÇÃO:

Rua José Lucas nº 11

DADOS CRONOLÓGICOS:

A parte térrea foi construída possivelmente em fins do século XVIII.

Sua parte superior em 1845.

DADOS TIPOLÓGICOS:

Seu aspecto atual resulta da reforma de 1903, quando foi introduzida a platibanda neoclássica.

DADOS TÉCNICOS:

Paredes do térreo de taipa de pilão, paredes  do pavimento superior do tipo  “Enxaimel”, com os vãos estruturais preenchidos por painéis de taipa de mão, executadas em 1945 por “Maneco Marcineiro”. 

CASA JÚLIA FERRAZ (Casarão)

Tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Autístico, Arquitetônico e Turístico do Estado) em fevereiro de 1975. “Patrimônio Histório de Atibaia”.

 

Convite de Abertura Oficial do Artesanato Casarão

Maria de Lourdes Ferraz, Cecília Zanoni e Neide Russomano que foram responsáveis pela abertura da exposição de artesanato no “Casarão”, saíram a procura de artesãos por todo o município, resgatando a cultura popular e assim conquistando toda a população.

Peças em Cerâmica

No início era um número reduzido de artesãos que expunham seus trabalhos no “Casarão”, hoje são muitos e são apreciados por todos que passam pela casa.

Roupas de Bonecas – 1981

Salão Principal de Exposição

Peças em cerâmicas, madeira, bijuterias, crochês, tricô, macramê, trabalhos de retalhos, pinturas em gesso, óleo sobre tela, etc...

Atualmente o “Casarão” está sob o zelo de Sylvia de Araújo Ferraz e Dorothea Apparecida Ferraz.

Nota publicada no Livro PELAS RUAS DE ATIBAIA

O “Solar da Família Ferraz”, hoje tombado ao patrimônio histórico, foi construído por Francisco Lourenço Cintra, que faleceu em sete de maio de 1781, na capital.1

Ao falecer, além da grande fortuna que deixou, legou o nome Cintra a uma grande parte da população paulista.

“O tradicional casarão da praça Claudino Alves, foi um dos quatro imóveis arrolados em seu inventário: o sítio em Atibaia, onde trabalhavam vinte escravos; a casa de Guarulhos e duas em Atibaia; destas, a que morava era velha; a outra recém construída, situa-se na rua José Lucas, pegada à casa da esquina dessa rua com a rua José Ignácio”.1

Segundo o historiador Waldomiro Franco da Silveira, o Solar em 1781 já era considerado velho, já que a casa nova, referida no inventário, fica no atual número 153, da rua José Lucas, onde por muitos anos residiu a senhora Joaninha Pinto (descendente direta de Francisco L. Cintra), com os filhos e netos.

Nenhum fato político, social ou cultural se realizou em Atibaia, desde o século XVIII, sem que de alguma forma houvesse a participação desse histórico solar.


CORONEL MANOEL JORGE FERRAZ

Lider do Partido Liberal, tomou parte na revolução de 1842.

Vereador pelo Partido Liberal e Juiz de Paz

 


Manoel Jacinto de Araújo Ferraz

Formou-se pela Faculdade de Direito de São Paulo em 1858

Deputado Provincial 1861

Presidente da Câmara Municipal de Atibaia 1880 - 1882

Juiz de Direito da Comarca de Atibaia e de Santo Antonio da Cachoeira (Piracaia)


Júlia Ferraz (direita) e sua irmã Cristiane

Última proprietária e apreciadora da boa música e bordados.  Sempre envolvida com as questões religiosas.

 

 
NA MÍDIA
   Notícias do dia
   Banco de Notícias
 
 
Newsletter
Cadastre-se
    Email:

DESTAQUES
 
Imóveis
Oportunidades para locação
   
Casarão no centro para qualquer tipo de negócio

Veja mais informaçães

 
Tecnologia
Baixe nosso app no seu celular e acesse as informações da cidade
 
Jornais
 
Clique aqui para acessar as versões digitais do Jornal Atibaia Mania
 
Especiais
 
Confira matérias exclusivas do Atibaia Mania
 
 
 
 
Desenvolvido para visualização em resolução mínima de 1024x768.