História: Fatos históricos de Atibaia
 

Renato Zanoni relata principais fatos ocorridos na cidade

1638
Realizadas entradas e assentamentos de fazendas além do Sertão de Juqueri, no rio chamado Tibaia. A luta pelo poder das famílias Pires e Camargo continua em São Paulo.

1653-1660
Os irmãos Jerônimo e Marcelino de Camargo fazem várias excursões no lugar entre o Rio Atibaia e a Serra Itapetinga. Instalam a Fazenda São João Batista, convivendo com os índios guarulhos e guaxis, de língua tupi.

1665
O Padre Mateus Nunes de Siqueira celebra a Primeira Missa na Fazenda, deixando ali alguns paulistanos e 500 índios. No ano de 1666 já estava estabelecido um Arraial.

1722
O Arraial é elevado à categoria de Freguesia de São João Batista de Atibaia. Assentam-se fazendas e denominam bairros. Os Pires chegam na Freguesia disputando cargos.

1769
É instalada a categoria de Vila e a disputa pelo poder cresce cada vez mais pelas duas famílias. No ano 1770, Lucas de Siqueira Franco é o mais importante político de Atibaia. Os índios guarulhos desaparecem. Os guaxis e os carijós permanecem. Cobra-se taxa nas pontes sobre os Rios Atibaia, Cachoeira e Atibaiaínha.

1808
A família real portuguesa chega ao Rio de Janeiro. Dom João VI declara a abertura dos portos. O sistema administrativo é dividido em Províncias. Atibaia exporta gêneros alimentícios para a Europa. Trigo, centeio, arroz, açúcar e aguardente.

1864
Atibaia chega à categoria de cidade. Nas suas fazendas se organizam cafezais e algodoais. Mas, o transporte é precário, sobre lombo de burros. Exporta banha e rapadura.

1873
Atibaia constrói a melhor Casa de Câmara e Cadeia da Província, cujo presidente é José Lucas da Silveira Campos. A Igreja Matriz foi reedificada. Oito cidadãos possuem grande fortuna: Antonio Felix de Araújo Cintra; Eleutério de Araújo Cintra; Gertrudes Laura de Campos; Gertrudes da Silveira Campos; Joaquim Alves do Amaral; Coronel Joaquim Gonçalves da Cunha; João Marinho Fagundes e Silva, e José Soares de Lima.

1875
Existia em Atibaia: – 37 plantadores de café e algodão, e 21 plantadores de algodão; 6 máquinas de enfardar algodão movidas a roda d’água; 5 máquinas de beneficiar café movidas a roda d’água; 1 máquina de beneficiar cafémovida a vapor; 4 lojas de ferragens; 10 armazéns com ferragens e louças; 20 armazéns de secos e molhados; 3 alfaiates; 5 carpinteiros; 1 fábrica de velas; 3 ferralheiros; 2 folheiros; 5 ferradores de animais; 1 fogueteiro; 2 padarias; 4 ranchos para tropas; 1 professor de música.

1884
Chega a Estrada de Ferro, as locomotivas a vapor tinham suas fornalhas alimentadas com carvão coque (hulha) trazido da Inglaterra. Intensificada a exportação de algodão e café direto para o porto de Santos.

1888
Abolição da escravatura pela Lei Áurea, tem o início a decadência das fazendas. Proclamada a República, a divisão administrativa denominou-se Estados. Início da imigração italiana para os trabalhos agrícolas. Os espanhóis e outros povos da Europa dão início também a imigração.

1900
A plantação de algodão fracassa com a praga da lagarta, o coruquerê. Em 1901 o clima de Atibaia havia mudado, fazia calor em outubro. Proibidos os hansenianos de entrarem na cidade. Instalada a primeira linha telefônica. Deoclides Freire inaugura a primeira confeitaria e sorveteria na cidade.

1903
Primeira exibição de cinema ao ar livre. Em 1904 a temperatura no inverno desceu ao 0º. Encontrada peça arqueológica (machado oval de pedra polida) no Ribeirão do Moinho. Em 1905 foi inaugurada a luz elétrica e em seguida o Grupo Escolar. O Major Juvenal Alvim constrói a Fábrica de Tecidos São João, mas o algodão vinha da Borborema.

1913
Exibido o filme mudo, O Naufrágio do Titanic. Em 1915, o primeiro enfermo é internado na Santa Casa. No ano 1918, a gripe espanhola dizima mais de 40% das crianças. Em 1921 é inaugurada a primeira linha de automóveis para a Estação férrea (Caetetuba). No ano 1922 (janeiro) tremor de terra em Atibaia (5 na escala ritcher), em dezembro inaugura o Hotel Municipal

1924
José Pires Alvim (filho do Major Juvenal Alvim) casa-se com Rita de Lourdes Cardoso de Almeida. Inaugurada a Caixa Econômica, na residência do coletor Daniel Peçanha de Morais, adjunta à Coletoria. Criada a Vila São Vicente de Paula (asilo). Elizeu Silveira é nomeado o primeiro carteiro da cidade (março). Caetano das Pedras, tocador de zabumba da Congada, celebra o dia 13 de Maio. Os Irmãos Borghi fabricam as primeiras telhas francesas. A Festa das Brotas atrai romeiros.

1925
Dr. Álvaro Correia Lima viaja com a família para sua terra natal, na Paraíba. Passa por Atibaia o Homem Santo acompanhado de multidão. Criada a Diocese de Bragança. A moda feminina escandaliza o país, as atibaianas aderem ao charleston. No ano 1926 é inaugurado o Cine República, construído pelo Major Juvenal Alvim. Consternação entre as mulheres da cidade: morreu num desastre de avião, Rodolpho Valentino.

1927
Alta do café. Inaugurada a estrada de Rodagem para São Paulo, a linha de jardineiras e a Usina Elétrica. No ano 1929, aterra o primeiro avião em Atibaia, da Esquadrilha da Polícia Federal e sobre avarias. Durante uma tempestade a ponte do Rio Atibaia “navegou” levando quatro pessoas e um burro com cargueiro. O Cine República exibe A Divina, com Greta Garbo.

1932
Atibaia vive a campanha da Revolução: Ouro para o bem de São Paulo. Seguem voluntários para as batalhas. João Paulino compõe o samba para banda, Saudade da Minha Terra.

1935
Apareceu no
Carnaval o lança-perfume. Inaugurado o Hotel Rosário.

1936
9 de fevereiro,
faleceu o Major Juvenal Alvim. Em agosto o termômetro desce ao 0º. Atibaia dedica-se a fruticultura. Tem início o calçamento da cidade. Importada a semente da Austrália, o eucalipto substitui a lenha de matas, nas locomotivas. Inicia a criação do gado zebu. Os japoneses imigrantes começam a chegar, os batateiros. Inaugurada a Estância Lynce, o Clube de Campo e o loteamento Vila Gardênia. Faltam os alimentos básicos com a Segunda Guerra Mundial. José Pires Alvim (Zezico) é o líder político que substituiu seu pai, o Major.Inaugurada a Rodovia Fernão Dias. Atibaia tem dois times de futebol rivais: São João e Cetebê. Duas bandas de música.

1956
Edmundo Zanoni
é nomeado Prefeito de Atibaia. Atibaia inicia a corrida imobiliária implantando loteamentos. Início da cultura de pêssegos.

Renato Zanoni
Agrimensor, artista e um nos maiores historiadores de Atibaia.

  

NA MÍDIA
   Notícias do dia
   Banco de Notícias
 
 
Newsletter
Cadastre-se
    Email:

DESTAQUES
 
Imóveis
Oportunidades para locação
   
Casarão no centro para qualquer tipo de negócio

Veja mais informaçães

 
Tecnologia
Baixe nosso app no seu celular e acesse as informações da cidade
 
Jornais
 
Clique aqui para acessar as versões digitais do Jornal Atibaia Mania
 
Especiais
 
Confira matérias exclusivas do Atibaia Mania
 
 
Desenvolvido para visualização em resolução mínima de 1024x768.